Para construtoras, cortes no Orçamento podem parar obras e elevar demissões

Os cortes no Orçamento anunciados na sexta-feira devem ter um impacto profundo em um setor que já atravessa um momento difícil: a construção civil.

Segundo empresários, a redução no volume disponível de recursos para o PAC e para o Minha Casa Minha Vida deve levar à paralisação de obras e aumentar as demissões no setor, que já estão em nível muito alto.

No total, os dois programas – considerados as principais bandeiras do governo Dilma Rousseff– terão redução de quase R$ 33 bilhões no orçamento. O volume representa quase metade de todo o corte orçamentário, de R$ 69,9 bilhões. “Ninguém tem dúvida de que o ajuste fiscal é necessário para o País, mas basear os cortes em investimentos é muito ruim”, afirma o presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção, José Carlos Rodrigues Martins.

Fonte: O Estado de São Paulo

Deixe um comentário